Friday, January 15, 2010

VeriSign's afirma que China está por trás do ataque ao Google

Pesquisadores do laboratório VeriSign's iDefense publicaram um relatório nesta sexta-feira, identificando os servidores de onde partiram os ataques ao Google na China – em dezembro, contas do Gmail de dissidentes políticos naquele país foram invadidas, mas a empresa não quis apontar culpados. Agora, o laudo técnico do iDefense aponta efetivamente uma participação do governo chinês no caso. As informações são do site Ars Technica.

“O número do IP e o servidor de onde partiram o ataque são da mesma entidades, e ambos pertencem ao governo chinês”, afirmam os pesquisadores no relatório.

Os membros do VeriSign's iDefense também dizem que os servidores de onde partiram o ataque de dezembro são os mesmos do cyber-assalto contra diversas grandes empresas dos Estados Unidos em julho. Em ambos os casos, os hackers usaram códigos em arquivos de PDF para aproveitar uma falha do software Adobe.

Saiba mais sobre o caso:
EUA pedem explicações à China pelo ciberataque ao Google
Espionagem está no centro da disputa entre Google e China
Google ameaça sair da China após ataque

No comments:

Post a Comment