Sunday, April 25, 2010

E se a Apple fizesse computação forense?

O pessoal do blog Happy as a Monkey escreveu um divertido texto sobre os revolucionários produtos de computação forense lançados pela Apple, se a Apple atuasse no mercado de computação forense...

Veja os principais itens da suíte da Apple:
  • O writeblock seria o iBlock, teria um desempenho satisfatório até o lançamento da versão "S"...
  • O software para clonagem de disco seria o iMage, que só criaria arquivos do tipo .AEF (Apple Evidence File). Este é um formato proprietário que só os produtos Apple poderiam ler ou escrever. Não seria capaz de compactar os dados, e só armazenaria um item de metadados...
  • Uma cláusula da licença .AEF (DRM) seria estipular que os dados adquiridos pela suíte se tornam propriedade da Apple, que iria alugar de volta para a autoridade investigadora...
  • A suite de análise forense, iNalyse, só trabalha com arquivos. AEF. Apesar de ter uma interface atraente, o software seria realmente simples. Todos os desorganizados HEX e informações do sistema de arquivos seriam escondidos e todos os arquivos que foram mostrados para o analista seriam convertido em um formato Apple equivalente antes de qualquer coisa, por exemplo, quaisquer coleções de fotos do suspeito deveria ser convertida em bases de dados do iPhoto, e todos os vídeos que se tornam arquivos Quicktime.
  • Uma intensa campanha de publicidade irritante na TV viria a seguir, com "iForensics" representado por alguns hippie nojento e uma ferramenta tradicional de forense seria representada por Idi Amin.





Muito interessante, não? Muito criativo também!!



Steve Jobs faria um mega evento para lançar o produto. Sua opinião? It´s Amazing!!!

No comments:

Post a Comment