Friday, August 10, 2012

UDIDs vazados pelo grupo hacker AntiSec foram roubados de uma pequena publicadora


Segundo a NBC News, os UDIDs vazados pelo grupo hacker AntiSec na semana passada foram roubados do banco de dados da pequena publicadora americana BlueToad. Inicialmente, o grupo alegou que mais de 12 milhões de identificadores únicos tinham sido roubados de um notebook do agente especial do FBI Christopher K. Stangl.

Desmentida pelo FBI, a história ganhou bastante atenção na semana passada, virando assunto também no MacMagazine no Ar #008. Em entrevista à NBC News, Paul DeHart, CEO da publicadora BlueToad, alegou que técnicos da sua empresa compararam os arquivos publicados pelo AntiSec com o banco de dados da empresa, e descobriram que cerca de 98% dos UDIDs vazados pelos hackers também estavam em posse da companhia.
“É 100% de certeza que esses dados são nossos”, disse DeHart. O CEO da companhia negou qualquer ligação com o FBI e não soube informar com precisão quem tomou posse dos dados. Em um comunicado no blog da companhia, DeHart deixou claro que nenhum dado altamente confidencial — como números de cartões de créditos — são armazenados, e que os UDIDs não são mais guardados após a Apple ter desencorajado esta prática.

A BlueToad é uma companhia que oferece diversos meios para que editoras distribuam digitalmente revistas, livros e outros tipos de mídias em várias plataformas.
[via TNW]

No comments:

Post a Comment