Tuesday, October 9, 2012

Facebook tenta se livrar de processo por violação de privacidade

O Facebook Inc. anunciou que pode ser liberado de um processo de US$ 15 bilhões em que foi acusado de rastreamento secreto da atividade de seus usuários na internet após fazerem logoff. Segundo a rede social, os assinantes que moveram a ação não especificaram como foram prejudicados.


— A denúncia sofre de uma total falta de alegação de qualquer lesão a esses usuários — disse nesta sexta-feira Matthew Brown, um advogado do Facebook, ao juiz Edward Davila em San Jose, na Califórnia — Os autores da denúncia não identificaram quais sites visitaram, que tipo de dados ou informações foram coletadas, ou se o Facebook usou isso ou divulgou a qualquer outra pessoa — disse Brown.

O processo consolida queixas semelhantes movidas em nome de residentes americanos que se inscreveram no Facebook no período de maio de 2010 a setembro de 2011, em 10 diferentes estados, incluindo Califórnia, Texas e Alabama.

O Facebook tem sido acompanhado por órgãos reguladores nos EUA e na Europa com relação à forma como protege as informações privadas dos usuários. O caso consolidado em San Jose afirma que o consentimento dos usuários à instalação de “cookies” em seus computadores para a rede social acompanhar e transmitir sua navegação na web, não significa que haja consentimento para o monitoramento do usuário depois de sair do Facebook.

— Usamos os computadores da maneira que temos direito e o Facebook, através de um truque, interceptou as comunicações electrônicas dos usuários com sites de terceiros, o que equivale a uma violação federal de grampo — disse Stephen Grygiel, advogado dos usuários. — Em nenhum lugar nas políticas de privacidade do Facebook a companhia diz: 'nós estamos envolvidos na sua comunicação com sites de terceiros depois de você dar logoff' — afirmou.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/tecnologia/facebook-tenta-se-livrar-de-processo-por-violacao-de-privacidade-6299629

No comments:

Post a Comment