Tuesday, May 28, 2013

Hackers chineses conseguiram invadir sistemas críticos americanos

O “Washington Post” divulgou que um relatório confidencial preparado pelo Conselho Científico Americano de Defesa para o Pentágono afirma que infiltradores chineses conseguiram expor dados relativos aos “mais sensíveis sistemas avançados de armas dos Estados Unidos”


Mais de duas dezenas de projetos de sistemas bélicos foram comprometidos, de acordo com o relatório.

Esses sistemas são “críticos” para defesas por mísseis e também têm relação com sistemas militares presentes em aeronaves e navios de guerra dos EUA.

De acordo com o site “ZDNet”, a versão confidencial contém uma lista de todas as armas comprometidas pela falha na segurança. Os projetos afetados incluem o sistema balístico de defesa por mísseis Aegis, o sistema PAC-3 de misseis Patriot e aeronaves de combate incluindo o caça F/A-18, o Osprey V-22, o helicóptero Black Hawk e o navio patrulheiro da Marinha americana conhecido como Littoral Combat Ship.

Segundo especialistas em armamentos, a exposição desses dados poderia acelerar a produção de sistemas bélicos chineses, enfraquecendo o potencial dos EUA em caso de futuras disputas.

O Conselho não chegou a acusar formalmente a China de estar envolvida, mas fontes governamentais com conhecimento da falha de segurança afirmam que a grande maioria de ciberataques à infraestrutura dos EUA tem origem no país. No entanto, o “Post” não indicou se o vazamento de informações ocorreu na rede do governo ou na de uma empresa contratada. Também não especificou quando os ataques foram realizados.

No comments:

Post a Comment